4. PROMOÇÃO E DIVULGAÇÃO ARTÍSTICA

4.2 Itinerâncias

 

Descrição:

Todos os Projectos de Investigação e Criação artística desenvolvidos concretizam-se em trabalhos de especulação prática que serão apresentados e expostos publicamente nos locais onde se realizaram – nos Espaços da Comuna e do Campus – mas também se constituem como núcleos expositivos itinerantes que serão expostos em espaços disponibilizados pelos nossos parceiros da rede-de-lugares.

Esta actividade visa promover a Itinerância regular das obras produzidas nas diferentes Residências de criação artística, bem como o acolhimento de obras em circulação, performances ou núcleos expositivos, em diferentes distritos do país.

Pretende-se contribuir para uma oferta artística heterogénea e regular em toda a região com núcleos expositivos preparados à escala de cada município, suas condições de acolhimento e de funcionamento.

Todas as exposições e/ou eventos que queremos realizar serão estruturados por todos aqueles que neles intervieram, de forma a favorecer uma participação efectiva dos artistas em todas as fases, desde a sua génese e formulação à sua exteriorização e mostra.

Planeamento: 

Estão programados por ano quatro núcleos expositivos em itinerância.

Cada trimestre apresenta um núcleo expositivo de um dos seguintes projectos de investigação e criação artística:

– Exposições ESPÓLIO LUZLINAR

– ACOLHIMENTO de núcleos expositivos de artistas.

– TUTORIAS exposições frequentes dos artistas-emergentes;

Anos seguintes:

– MAPAS – exposição dos artistas-investigadores, no âmbito dos Desenhos da Vida, Inclassificáveis, Lendas e Narrativas.

– NARRATIVAS DA CIDADE ou JARDIM DAS PEDRAS – exposições volantes resultantes dos projectos de investigação e criação artística dos laboratórios.